CEM

Prédio que abriga o Wilson Center, em Washington, EUA
CEM Reportagens

Desigualdade no Brasil é tema de debate nos Estados Unidos

Desigualdade é um dos principais temas de pesquisa do Centro de Estudos da Metrópole (CEM). Em fevereiro, um seminário reuniu em Washington, nos Estados Unidos, pesquisadores do CEM e de universidades americanas para debater os resultados do livro “Trajetórias das Desigualdades – Como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos”. O livro foi lançado em 2015 pelo CEM, que prepara uma edição em inglês.

CEM cria aplicativo com informações de escolas paulistas
CEM Notícias

CEM cria aplicativo com informações de escolas paulistas

Aplicativo online permite consultar as notas e condições das escolas da região metropolitana de São Paulo. A ferramenta fornece informações como notas obtidas nos exames nacionais, as instalações e as condições socioeconômicas dos alunos. É possível explorar as escolas pelo mapa, procurá-las pelo nome e fazer comparações entre duas unidades de ensino.

Conheça transformações recentes na metrópole de São Paulo
CEM Podcast Reportagens

Conheça transformações recentes na metrópole de São Paulo

A Região Metropolitana de São Paulo é hoje mais diversa do que foi há 20 anos, mas continua profundamente desigual. Essa conclusão e pesquisas sobre como as desigualdades – de classe, de raça, de gênero, de educação, de infraestrutura – se reorganizaram durante esse período estão no livro “A Metrópole de São Paulo no Século XXI”, lançado pelo Centro de Estudos da Metrópole.

Aumenta isolamento de ricos, enquanto periferias estão mais diversificadas em SP
CEM Podcast

Aumenta isolamento de ricos, enquanto periferias estão mais diversificadas em SP

As periferias de São Paulo se tornaram mais diversificadas, reunindo moradores de diferentes classes sociais. Por outro lado, os mais ricos vivem em áreas com convivência cada vez mais restrita aos de mesma classe social. Eduardo Marques, Carolina Requena, também pesquisadora do CEM, e Luciana Royer, professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU-USP) explicam essas constatações.

“A desigualdade não é imutável”
CEM Entrevista Reportagens

“A desigualdade não é imutável”

O tema da desigualdade ganhou interesse renovado das ciências sociais em todo o mundo depois que o economista francês Thomas Piketty chamou a atenção para o crescimento da disparidade de renda entre ricos e pobres em curso nos países desenvolvidos. No Brasil, por muito tempo se acreditou que o País teria um “DNA problemático”, que bloquearia a redução da desigualdade. No entanto, a trajetória das últimas décadas mostra que os brasileiros têm vivenciado uma queda em alguns aspectos importantes da desigualdade, com a universalização do acesso ao ensino fundamental, do direito ao voto e a serviços de infraestrutura. Os dados mostram que o Brasil de 2010 foi um país menos desigual que o de 1991.

Marta Arretche explica o livro Trajetórias das Desigualdades
CEM Podcast

Marta Arretche explica o livro Trajetórias das Desigualdades

O livro “Trajetórias das Desigualdades: o que mudou no Brasil nos últimos 50 anos” é um dos maiores balanços sobre as desigualdades já feito no país. São 14 estudos inéditos sobre aspectos como a renda, a escolaridade, o mercado de trabalho, a participação política, o acesso à saúde, a questão das mulheres e dos não brancos, entre outros. Quem fala sobre as conclusões do estudo é Marta Arretche, cientista social e professora da USP, também diretora do Centro de Estudos da Metrópole.

Brasil reduziu desigualdades entre 1960 e 2010
CEM Destaques Reportagens

Brasil reduziu desigualdades entre 1960 e 2010

O Brasil de 2010 é um país menos desigual que o Brasil de 1991. País se tornou menos desigual em vários aspectos, mas persiste a desigualdade entre brancos e não brancos no mercado de trabalho. Estes são alguns dos diagnósticos que os pesquisadores do Centro de Estudos da Metrópole (CEM) apresentam no livro Trajetórias das Desigualdades – Como o Brasil mudou nos últimos 50 anos.