Pesquisadores identificam localização da peroxirredoxina

A mitocôndria é o lugar onde a célula produz a energia de que precisa, por meio da respiração celular. Mas acontece que o processo cria certas moléculas oxidantes capazes de danificar proteínas, lipídios e DNA. Para se defender desses efeitos, a própria mitocôndria fabrica enzimas que eliminam esses oxidantes. Uma delas é a peroxirredoxina.

Fernando Gomes, do Instituto de Biociências da USP e pesquisador do CEPID Redoxoma, em seu doutorado, descobriu a localização exata das peroxirredoxinas na mitocôndria.

Envelhecimento e doenças como câncer e diabetes estão relacionados ao mau funcionamento da mitocôndria. Entender como essa organela funciona e, principalmente, como ela se defende de processos de oxidação, abre caminhos para desenvolvimento de novas terapias.

O artigo foi publicado no Journal of Biological Chemistry. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*