Novo medicamento pretende tratar hipertensão em sua origem

Uma nova forma de tratar hipertensão vem sendo testada por pesquisadores da Universidade de São Paulo, da Universidade de Bristol, na Inglaterra e da Universidade de Auckland, na nova Zelândia. Os resultados dos ensaios pré-clinicos do composto – que por enquanto tem o nome de MK-7264/AF-219 – foram divulgados na revista científica Nature Medicine.

O medicamento experimental age nos corpúsculos carotídeos – pequenos órgãos que ficam na bifurcação das carótidas e que atuam como sensores do oxigênio que vai para o cérebro. A novidade do estudo é que essa nova droga pretende tratar a doença em sua origem. É uma abordagem diferente das que se baseiam os remédios já existentes.

Os ensaios clínicos começarão em breve em um hospital da Inglaterra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*