Infecção generalizada pode causar danos permanentes no cérebro

A sepse, conhecida popularmente como infecção generalizada, causa delírios no paciente enquanto ainda está doente. Mas os problemas no cérebro não cessam quando a pessoa recebe alta da UTI.

Dois grupos de pesquisadores caracterizaram falhas de compreensão e de memória que diminuem a qualidade de vida após a sepse. A doença também pode iniciar quadros de demência e tornar as pessoas mais suscetíveis a infecções por vários anos.

Mecanismos

Felipe dal Pizzol, médico e cientista da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e Hugo Faria-Neto, cientista da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ-RJ), desvendaram mecanismos que podem explicar a inflamação do cérebro e as consequências a longo prazo.

Ouça na entrevista gravada durante o II Simpósio Internacional de Doenças Inflamatórias realizado pelo Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (Crid) da USP em Ribeirão Preto.

Imagem do artigo “Mechanisms of long-term cognitive dysfunction of sepsis: from blood-borne leukocytes to glial cells“, publicado por Felipe Dal-Pizzol e outros. doi: 10.1186/s40635-015-0066-x

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*